Siga-nos

ESPORTS

Rebaixamentos marcam história do Flamengo no Free Fire

Imagem/Flamengo

Entrar na elite do Free Fire é um processo trabalhoso, mas que vale a pena no final. Sair dela é algo doloroso e que ninguém quer, mas que é algo inevitável para diversas equipes que não obtém bons desempenhos para se manterem na série A.

Equipes grandes e com jogadores excepcionais também passam por esse processo. Esse é o caso do Flamengo eSports, que chegou à elite do Free Fire através de uma parceria da equipe com a B4 eSports durante um split da Liga Brasileira de Free Fire. Após isso, a equipe de eSports jogou a série B, mas não conseguiu pontuação suficiente para voltar a série A e permaneceu na mesma.

A equipe do Flamengo eSports não ganhou nenhuma edição da LBFF juntamente com a B4 em sua breve parceria, mas o desempenho era superior, fãs pedem novas contratações.

Na LBFF 6, o Flamengo eSports não conseguiu chegar às finais, a equipe foi rebaixada diretamente para série C. A notícia já era esperada pela nação rubro-negra que estava à espera de um ‘milagre’. A equipe finalizou os jogos da série B, nas redes sociais jogadores lamentaram acontecido. “Tentamos” – diz KaueLok.

SIGA O CLUBE DO FREE FIRE NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/clubedofreefire/

Instagram: https://www.instagram.com/clubedofreefire.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/ClubedoFreeFireOficial/

YouTube: http://youtube.com/clubedofreefire/

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em ESPORTS