Siga-nos

NOTÍCIAS

Bradoock, da LOUD, anuncia saída do Free Fire para iniciar carreira no Valorant

O pro-player, Bradock, da LOUD, disse adeus a sua carreira no Free Fire e está pronto para começar no Valorant

Foto: Reprodução/Instagram

O pro-player Bradoock, da LOUD, anunciou sua saída da carreira competitiva de Free Fire para integrar o time profissional de Valorant.

Samuel “Bradoock” Borges, influenciador do time LOUD, foi um dos primeiros membros do competitivo de Free Fire da LOUD, e se despediu do battle royale em publicação no Twitter. Agora, sua aposta será no FPS da Riot Games.

O pro-player, que também atuava na NOISE, equipe de emulador da organização, se despediu também dos fãs do seu canal no YouTube, afirmando que também passará a focar na criação de conteúdos sobre Valorant.

Bradoock, da LOUD, foi um dos primeiros membros a integrar o time no jogo mobile, iniciando sua carreira no console e passando para o emulador de computador em seguida. Além disso, também representou o Brasil mundialmente em ambas as modalidades.

Agora, se concentrando no jogo de tiro da Riot, já começa a estabelecer novas relações com profissionais do meio, para continuar na carreira de pro-player agora pelo novo jogo.

Em janeiro de 2022, Bradoock chegou a conquistar a patente de Mestre na última atualização de Free Fire.

Bradoock, da LOUD, teve uma das maiores carreiras entre pro-players

Como profissional, o Bradoock, da LOUD, teve uma das carreiras mais extensas entre pro-players, por ter sido um dos primeiros a integrar o time profissional de jogos, que, além de Free Fire, também possui competidores de Valorant, LOL e streamers colaboradores.

Ao longo dos anos, o jogador chegou a conquistar o elo mais alto, como Desafiante, e encerrou sua atuação profissional atingindo a patente de Mestre, segunda maior no ranking.

Para mensurar a quantidade de horas dedicadas, a Betway fez algumas comparações relacionadas ao tempo necessário para conquistar esses títulos.

Apenas para ser Mestre no Free Fire é necessário ter uma média de 3.200 horas de jogo. Considerando que o Bradoock, da LOUD, alcançou esse título antes de anunciar sua parada, isso significa que ele poderia ter assistido o anime One Piece pouco mais de 6 vezes. E olha que ele tem mais de 1000 episódios!

Além disso, segundo a Betway, site de apostas em Free Fire, seria possível viajar de São Paulo para Milão 115 vezes, ou platinar The Elder Scrolls V: Skyrim quase 13 vezes.

E Bradoock atingiu uma patente ainda maior (com mais horas de jogo!)

Agora, como estamos falando de um profissional, podemos considerar também a sua posição mais alta, de Desafiante, que conta com ainda mais horas de jogo.

Essa patente possui 3 subdivisões, e na primeira delas é necessário estar entre os 300 melhores jogadores do mundo! Para se manter no topo, Bradoock, da LOUD, dedicou horas suficientes para ler As Crônicas de Gelo e Fogo cerca de 44 vezes.

Ou, ainda, poderia ter assistido Poderoso Chefão 420 vezes, escutado uma música básica 21 mil vezes e feito um curso de Francês até se tornar fluente.

Ainda, precisamos considerar que o Bradoock atingiu esses rankings diversas vezes ao longo da sua carreira, caindo e voltando para as suas posições durante os campeonatos.

Dessa forma, as medidas são ainda maiores, seguindo as comparações publicadas no Betway Insider.

No entanto, Bradoock se despediu dessa longa carreira para começar no Valorant, e podemos esperar mais algumas milhares de horas dedicadas para continuar sendo o pro-player que conhecemos.

Editor e autor chefe do Clube do Free Fire. A mais de dois anos trazendo as principais novidades do jogo. Amante de eSports, buscando trazer sempre inovação e melhorias em nosso site.

Facebook

Anúncio

VEJA MAIS

Mais NOTÍCIAS